Pirataria No Mercado De Softwares: Como a Microsoft lida com cópias não legítimas do Windows

Rodrigo Nobre Fernandez, Gustavo de Oliveira, Claudio Djissey Shikida

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar a trajetória da produtora de softwares Microsoft em relação ao seu principal produto: o sistema operacional Windows, enfatizando os problemas de cópias não licenciadas (“pirataria”). Procurou-se identificar, descrever e avaliar as estratégias adotadas ao ser desafiada com a crescente utilização de cópias não devidamente licenciadas deste sistema. Embora existam evidências de que atividades de “pirataria” têm relação negativa com o nível e a variação da renda per capita dos países, o estudo de caso da Microsoft mostra evidências de que, microeconomicamente, existe um nível racional de pirataria aceita pela empresa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Associação Mineira de Direito e Economia - www.amde.org.br

ISSN 2175-5590